Medidas de higiene para prevenir o coronavírus

Medidas higiene para prevenir coronavirus

Temos a certeza de que, nesta altura do campeonato, já ouviste e já leste demasiada informação acerca deste vírus que afeta a população mundial. No entanto, quis fazer uma compilação de todas as informações que considero essenciais para que nada te passe ao lado e para que possas ser consciente de tudo o que se passa à tua volta graças a informações verídicas e fidedignas. Aqui vai a minha análise sobre o coronavírus!

Tudo o que precisas de saber sobre o coronavírus

Sem dúvida alguma, esta é, infelizmente, a palavra mais ouvida nos últimos dias. Há uns tempos, respondi a todas as questões relacionadas com este vírus que afeta já mais de 451 pessoas (por enquanto) só em Portugal. Se queres saber mais sobre os seus sintomas, como se propaga ou quais são os grupos de risco, clica aqui.

 

Recomendações para evitar o contágio

Em Mifarma, já tomámos todas as medidas necessárias e pertinentes para que a nossa equipa possa continuar a trabalhar e a tratar da tua saúde. Seguimos as indicações do Ministério da Saúde e continuaremos a distribuir produtos de primeira necessidade de acordo com este protocolo de precaução que se encontra em funcionamento.

Evitar a propagação deste vírus é a única coisa que todos podemos fazer para travar esta situação e não saturar o sistema de saúde do nosso país. Assim, antes de explicar-te como tens de o fazer, peço-te o seguinte favor…#ficaemcasa.

E agora, sim, toma nota das recomendações para evitar o contágio pelo covid-19.

Como lavar corretamente as mãos?

Lavar as mãos é a melhor forma de prevenir o contágio do vírus, mas deves fazê-lo adequadamente, caso contrário, não servirá de nada. Assim, explico-te, passo a passo, como deves lavar as mãos para evitar o contágio pelo covid-19.

  1. Molha as mãos com água.
  2. Coloca bastante sabão líquido nas mãos.
  3. Esfrega bem, e durante pelo menos 20 segundos, as palmas das tuas mãos.
  4. Limpa corretamente os espaços existentes entre os teus dedos.
  5. Esfrega o dorso dos dedos com a palma de uma mão e depois repete a ação com a outra mão.
  6. Lava os dedos um a um e realiza movimentos rotativos com a palma da outra mão e viceversa.
  7. Esfrega as unhas e os pulsos. 
  8. Passa as tuas mãos por água e leva-as abundantemente. 
  9. Seca-as com papel que só utilizarás uma vez.
  10. Fecha a torneira com o papel na mão e, depois, coloca-o no caixote do lixo.

Lavar as mãos proporciona mais proteção contra o contágio pelo covid-19 do que o uso de luvas de látex, isto porque, se tocares nalguma superfície contaminada e depois tocares no rosto, o contágio far-se-á da luva para o rosto.

Mantém o distanciamento social

Segundo a OMS (Organização Mundial da Saúde), estar a pelo menos um metro de distância do resto das pessoas é fundamental, principalmente das que tossem, espirram ou têm febre. Por que razão? Porque, tal como expliquei nesta publicação do blog sobre o coronavírus, esta doença propaga-se através de pequenas partículas ou gotas que saem do nosso corpo quando espirramos, tossimos ou falamos.

Além disso, deves saber que, nestes momentos, a higiene é fundamental, uma vez que o coronavírus pode ser transmitido através de objetos e aerossóis. Dá uma vista de olhos aqui e toma notas para evitar o contágio.  Por exemplo, bastaria tocar a maçaneta de uma porta para ficarmos infetados, deves ter isso em atenção.

Responsabilidade social e bom senso

O decreto de estado de alarme em Espanha ficou aprovado e apenas deves sair de casa se não tiveres permissão para trabalhar em regime de teletrabalho ou para a aquisição de alimentos, produtos farmacêuticos e bens de primeira necessidade. Mas tem calma, não te tornes obcecado com isto! Do que mais precisam os países europeus neste momento é de responsabilidade, coerência e calma.

A solução mais eficaz para esta crise de saúde é o isolamento e por que razão é tão importante ficar em casa? Principalmente para evitar que o sistema nacional de saúde e os serviços médicos colapsem e fiquem saturados. Não podemos dar-nos a esse luxo, uma vez que, a cada dia que passa, os infetados aumentam cada vez mais e continua a existir uma grande quantidade de pessoas que precisam de cuidados médicos e que não podem ficar em casa. Se tu o podes fazer, torna as coisas mais fáceis. Agora mesmo, cuidar da tua saúde é cuidar de todos.

E, além disso, apela ao bom senso, por favor! Não acumules comida nem papel higiénico ou gel desinfetante em casa, os supermercados e os seus funcionários também ficam saturados e isso não ajuda. O mesmo acontece com as farmácias, tanto físicas como online, que trabalham sem descanso para conseguir abastecer toda a gente e fornecer as primeiras necessidades a toda a população. Sê responsável.

Se tens sintomas, não vás ao médico.

Na maioria dos casos, caso fiques infetado pelo coronavírus, começarás a notar os sintomas (febre, tosse e dificuldade respiratória), mas encontrar-te-ás bem e poderás permanecer em casa.

Os passos que deves seguir e o que NÃO deves fazer se tiveres sintomas de coronavírus são:

  1. Não recorras ao médico. A única coisa que irás conseguir será saturar os serviços médicos e contagiar eventuais pessoas saudáveis.
  2. Se verificares que tens todos os sintomas, como tosse, febre ou insuficiência respiratória, telefona a um serviço médico de forma a partilhar a tua situação. Os números de cada região poderão ser consultados aqui.
  3. Não tomes decisões sozinho. Apenas um médico te poderá dizer qual a melhor forma de atuar. Em caso de isolamento em casa, informar-te-á sobre como proceder. 

Verifica a informação

E o mais importante, informa-te e toma notas de como evolui esta crise para que, juntos, possamos revertê-la antes que seja tarde. Através do blog e das nossas redes sociais, darei respostas a todas as dúvidas e atualizarei diariamente a informação, de forma a ajudar-te. Além disso, deixo-te fontes oficiais nas quais poderás consultar informação sobre a covid-19, para evitar fake news e desinformação. Entre elas, poderás consultar a Organização Mundial da Saúde (OMS), o Serviço Nacional de Saúde ou o Centro Europeu para a Prevenção e Controlo das Doenças (ECDC).

E aqui ficam os meus conselhos e recomendações para ultrapassar esta situação da melhor forma possível e evitar o contágio. Como te dizia há pouco, o mais importante é travar o coronavírus e prevenir o contágio. Centenas de pessoas e profissionais de saúde (como nós), repositores de supermercado, polícias, bombeiros, padeiros… não podem ficar em casa, mas tu podes! Juntos iremos conseguir combater o vírus.

#ficaemcasa #euficoemcasa

Post's author

Reme Navarro

Reme Navarro Escrivá

Farmacêutica e Nutricionista. Licenciada em Farmácia pela Universidade de Valência no ano de 2007, Licenciada em Nutrição na mesma universidade em 2009. Dedicada ao mundo da saúde e da farmácia há mais de 15 anos. Entre reunião e reunião em Mifarma, escrevo este blog sobre os temas que considero interessantes para a saúde e o cuidado pessoal.

← Artigo anterior Artigo seguinte →

6 comentários a “Medidas de higiene para prevenir o coronavírus”

  • Ana Monteiro

    Boa tarde, sabem me informar se tem mascaras descartáveis ou luvas latex descartáveis?
    Obrigada

    Responder
    • aoliveira

      Olá Ana
      Pedimos desculpa pelo incómodo causado mas neste momento não temos stock!
      Caso tenhas mais alguma questão dispõe.
      Muito obrigada! ?

      Responder
  • Sandra

    Olá!
    Mas eu ouvi dizer q o coronavirus não tem sintomas associados.
    O meu marido chegou hoje de Martinique. Fez escala em França e dp Portugal. Antes de entrar em casa colocou a máscara e colocou gel desinfetante nas mãos e na porta.
    Temos uma filha. Assim q chegou tomou um banho, mudou de roupa e levou as mãos com sabão. E dp voltou a colocar a máscara.
    Temos mantido distância mas sinceramente n sei o q pensar já.

    Responder
    • aoliveira

      Olá Sandra
      O teu marido deve seguir as indicações do Ministério da Saúde e todos os passos que mencionaste e estão também no artigo (lavar várias vezes as mãos, manter o distanciamento (uma vez que em muitos casos uma pessoa pode ter o virus sem apresentar sintomas), evitar fazer as refeições todos juntos, utilizar talheres e toalhas diferentes, entre muitos outros cuidados)!
      Se o teu marido começar a notar alguns sintomas como: febre, tosse e dificuldade respiratória, deve permanecer em casa e ligar para a Saúde 24.

      Responder
  • Maria Amparo Pereira
    Maria Amparo Pereira 19 Março, 2020 ás 10:05 am

    Obrigada pela informação.
    O nosso dever é seguir as normas
    de saude. Cumprir para evitar a propagaçao do virus.

    Responder

Deixar uma resposta