QUAIS SÃO OS SINTOMAS DA INSOLAÇÃO?

golpe de calor

Nós todos gostamos de aproveitar o verão e as altas temperaturas ao ar livre, fazendo alguma atividade. Mas isso não deve nos fazer esquecer os efeitos negativos do calor. Se não tomarmos as devidas precauções, podemos estar sujeitos à insolação. Hoje, daremos dicas para aproveitar o verão da melhor maneira e evitar o golpe de calor.

O QUE É A INSOLAÇÃO?

Embora todos nós tenhamos ouvido falar sobre os sintomas da insolação ou golpe de calor, poucas pessoas sabem o que é esse distúrbio e quais são as consequências. É uma reação do corpo humano a um excesso de temperatura corporal. Se a insolação for intensa, essa reação pode até colocar sua vida em perigo, por isso é necessária uma assistência médica urgente.

QUANDO COMEÇAM OS SINTOMAS DA INSOLAÇÃO?

Conhecer as principais causas do aquecimento excessivo do corpo em pouco tempo nos permite evitar esse tipo de situação:

-As altas temperaturas ambientais podem fazer a pele sufocar, e se sente quente e seca ao toque.
-Um exercício físico prolongado também pode causar um aumento drástico na temperatura corporal.
-Queimaduras intensas são outra razão para o aumento do calor corporal.

Em suma, podemos dizer que uma insolação ocorre quando o corpo não consegue lidar com o aumento da temperatura que ocorre nele. Não confunda insolação com febre, porque neste caso o corpo é quem decide elevar sua temperatura para lidar com alguma desordem que está sofrendo.

QUANDO SE TORNA GRAVE?

Uma temperatura acima de 41 ° pode ser considerada séria. Além disso, notaremos outros sintomas importantes de insolação:

-Mal estar, incomodo geral
-Cansaço
-Instabilidade
-Dor de cabeça ou sensação de 'perder a consciência'
-Pele vermelha e quente
-Urina pouco
-Confusão mental

O QUE FAZER NESTA SITUAÇÃO?

Quando notamos que uma pessoa tem uma insolação, é essencial que nos movamos para o lugar mais legal possível que temos nas proximidades. Lá, vamos despir-la e deixá-la descansar coberta com toalhas ou lençóis molhados.

Uma boa opção é dar um banho ou um banho frio, para baixar a temperatura da sua pele.

Em qualquer caso, é necessário que uma pessoa com uma forte insolação receba assistência médica, pois pode precisar de elementos terapêuticos, como oxigênio ou soro.

O RISCO DE UMA INSOLAÇÃO

Todos nós podemos sofrer este distúrbio e suas sérias conseqüências. Mas alguns grupos de pessoas devem estar ainda mais conscientes desse perigo. Pessoas mais velhas ou com excesso de peso, bem como pessoas com doenças cardiovasculares ou pulmonares e que estejam recebendo certos medicamentos, têm maior probabilidade de sofrer insolação. Naturalmente, mulheres grávidas, bebés e crianças pequenas estão incluídas neste grupo.

Finalmente, não podemos esquecer as pessoas que estão sob a influência do álcool, e todos aqueles que não se hidratam adequadamente quando vão fazer exercícios.

A PREVENÇÃO É FUNDAMENTAL

A melhor maneira de evitar as conseqüências da insolação é fazer todo o possível para evitá-lo. Garantir uma boa hidratação constante durante os meses quentes e evitar exercício físico ao ar livre nas horas centrais do dia é essencial.

Finalmente, é muito importante que tenhamos uma atenção especial ao nosso corpo nos primeiros dias de uma insolação, já que nosso corpo precisa de um processo de adaptação às temperaturas exageradamente altas, principalmente agora no verão.

Post's author

Reme Navarro

Reme Navarro Escrivá

Farmacêutica e Nutricionista. Licenciada em Farmácia pela Universidade de Valência no ano de 2007, Licenciada em Nutrição na mesma universidade em 2009. Dedicada ao mundo da saúde e da farmácia há mais de 15 anos. Entre reunião e reunião em Mifarma, escrevo este blog sobre os temas que considero interessantes para a saúde e o cuidado pessoal.

← Artigo anterior Artigo seguinte →

Deixar uma resposta